25 de Setembro 2018

COMO SABER SE FIZ A ESCOLHA CERTA

03 Dicas Para Saber Se Fez a Escolha Certa

Uma primeira constatação a ser feita é que esse drama é mais comum do que se imagina, diversas pessoas hoje em dia convivem, diariamente, com esse fantasma e isso em praticamente todos os setores da vida. Muitos depois de escolherem um novo emprego se perguntam se o melhor caminho é esse ou devia ter ficado onde estava, outros querem escolher uma faculdade para direcionar suas ações profissionais e ficam em duvida entre escolher aquela que dá mais retorno financeiro ou a que vai me trazer satisfação profissional, existem ainda aqueles que se frustram por não saber o que escolher e a lista é realmente extensa e pode se expandir para diversas áreas da vida humana.

Basta pensar na sua vida, em que momento você já se pegou com esse sentimento de achar que talvez tenha feito a escolha errada, ou ficar na duvida sobre as escolhas que fez. Eu particularmente fico muito preocupado, quando começo a ouvir alguns conceitos e frases para tentar justificar as péssimas escolhas de alguns, frases como: "Eu só me arrependo das coisas que não fiz" e porquê me preocupo? Bom se analisarmos o cenário politico nem se fala né, frequentemente se escuta falar que a PF encontrou malas de dinheiro aqui e ali e porque se a pessoa não consegue identificar onde ela errou, ou reavaliar suas escolhas dificilmente conseguirá resultados diferentes dos que ela vem alcançando.


Talvez você queira descobrir se as escolhas, que fez até aqui, foram boas ou ruins. Pode ser que neste momento você sinta um considerável incomodo e queira se livrar dessa sensação de uma vez por todas. Imagine como seria se você pudesse acordar todas as manhãs e não mais se incomodar com a incerteza de saber se sua escolha foi a melhor e ao contrário de sentir medo, angustia e desanimo por ter feito uma péssima escolha simplesmente pudesse constatar uma sensação de liberdade e gratidão por fazer algo que te realiza de verdade. 

Nesta postagem, eu vou te mostrar duas dicas que vão te ajudar a perceber se as escolhas que você fez, foram as melhores e como redirecionar para uma escolha que possa lhe trazer mais realização.


Eu me lembro de uma ocasião em que tive que fazer uma escolha, muito importante na minha vida, naquela época eu estava concluindo o ensino médio e tinha que decidir se entraria ou não na faculdade e eu escolhi não ir. O que hoje parece uma escolha obvia, onde alguém poderia dizer: "Claro que você tem que ir para a faculdade" naquela situação não foi bem assim e alguns fatores contribuíram, para validar minha escolha. Primeiro que, como católico eu via uma grande oportunidade de dedicar meu tempo livre, que eu passaria a ter com o termino das aulas, a um trabalho de evangelização que eu realizava em varias comunidades, em segundo lugar que eu não tinha dinheiro para bancar a inscrição do vestibular, muito menos pagar uma mensalidade e mesmo se eu quisesse prestar eu não tinha me preparado o suficiente para prestar uma prova dessas.

Inclusive eu me lembro de chegar para Deus e falar com ele essas minhas justificativas: “Olha Senhor, então estamos combinados, como eu terminei o ensino médio, não tenho dinheiro para pagar uma faculdade, nem mesmo estudei para tal desafio e sobre tudo vou poder me dedicar integralmente a ajudar mais pessoas a descobrir o quanto o Senhor as ama, não irei para a faculdade”. Parecia perfeito né? Pois é, eu também pensei! Mas dá uma olhada no que aconteceu...

Uma das faculdades da cidade onde eu moro foi até minha escola divulgar que naquele ano ela estaria proporcionando um vestibular gratuito e uma bolsa de quase 90%, mas eu ainda resisti, cheguei para Deus e falei assim: “Senhor olha isso, agora fiquei confuso! Será que eu devo ir para a faculdade, é... acho que não, hoje as faculdades se tornaram um local perigoso, muitos ao invés de ir lá para estudar preferem ir as festas, se drogar, e fazer escolhas que não fazem muito bem e eu não quero estar num ambiente que eu possa fazer escolhas que não são tão boas. Então estamos combinados Jesus eu não vou certo? Alguns dias depois uma amiga minha, que inclusive era minha chefe, ficou sabendo e me perguntou o que eu iria escolher, disse que não iria para faculdade!

Quando ela ouviu isso, diga-se de passagem, ela que era como uma mãe para mim, me pegou e me levou até a faculdade e resultado: Fiz a inscrição, passei no vestibular, ingressei na faculdade de administração de empresas e me formei e hoje graças a essa escolha pude ter uma carreira que me proporciona ajudar diversas pessoas a alcançar também os seus objetivos.

Mas alguém ainda pode perguntar: “Mas e o trabalho de evangelização que você iria fazer? Pois é?!!! E não é que logo no meu primeiro ano nós montamos, dentro da faculdade, um grupo de oração universitário, que começou com 12 pessoas e depois se tornou um grupo com mais de quatrocentos universitários que começaram a estudar com um propósito, com um sentido de ser um profissional que podem fazer a diferença na vida das pessoas.

Porque eu te contei essa história, primeiro para te mostrar que fazer escolhas é simples, se trata de sim ou não, se trata de uma escolha porém não é fácil, e se eu soubesse dessas duas dicas antes talvez eu teria alcançado meu objetivo mais rápido!


E quais são essas duas dicas?

A primeira dica é entenda qual o resultado final que essa escolha vai te proporcionar, quando fazemos o exercício de tentar visualizar, quais os benefícios que teremos ao alcançar nossos objetivos, como seria para nós e para as pessoas que estarão a nossa volta nós conseguimos ter mais clareza do que queremos e como chegar lá.


A segunda dica é: Uma vez que você definiu sua escolha, conseguiu imaginar os resultados que ela vai gerar, comece a perceber quais as sensações que essa escolha traz hoje para você, perceba se ela gera paz ou preocupação, angustia ou felicidade. Nossas escolhas não podem ser um peso para nós e eu não estou falando que nas nossas escolhas não teremos dificuldades, sim teremos mas, quando estamos convictos das nossas escolhas, vamos em frente, mesmo em meio as dificuldades e nada pode nos parar.


Uma terceira dica e que vale ouro, é a identificação da nossa missão pessoal, essa foi uma das coisas mais incríveis que já aconteceu na minha vida e que hoje se torna minha bussola para me ajudar nas escolhas que todos os dias temos que fazer, mas com essa postagem já ficou longa de mais, nas próximas postagens podemos falar um pouco mais sobre isso, mas se você é daqueles que não aguentam esperar eu explico, um pouco mais, sobre ela dentro do meu livro digital As 03 Causas Que Mais Impedem As Pessoas de Alcançarem Seus Objetivos e que está disponível, pelo menos por enquanto, gratuitamente para você baixar. Então corre ai!!! Basta clicar no link abaixo:

Clique Aqui e Baixe Seu Livro


E ai já consegui avaliar se você tem feito boas escolhas? Que tal começar agora? Sim talvez até hoje você não tenha feito boas escolhas, mas uma das coisas legais da vida é que sempre podemos reescrever nossa história.

Então vamos em frente e conte comigo para o que precisar nessa jornada!!!

Caso se lembre de alguém que também,  pode ser beneficiado com essa postagem pode ficar a vontade para compartilhar.


Um grande abraço fique com Deus e até breve.

Por Augusto Junior