14 de Agosto 2018

COMO VENCER A TIMIDEZ

#subtitulo#

Imagine a seguinte cena:

Você está diante de um grupo de pessoas, o ambiente pode ser qualquer um que você quiser, uma festa de aniversário, uma formatura, um casamento, uma reunião da empresa etc. 

De repente alguém chama o seu nome e pede para você falar algumas palavras em público. Visualizou a cena? Agora tente imaginar como você se sentiria!

Pois é, para muitas pessoas uma situação assim seria muito constrangedora, uma boa parte teria grande dificuldade para falar em público, se pudessem se jogariam no fundo de um abismo só para não ser visto. O
utras simplesmente saíram correndo. Um dos grandes fatores responsáveis, por provocar essas sensações é a timidez.  

Provavelmente em algum momento você já precisou falar diante de um grupo de pessoas ou simplesmente com alguém e percebeu que a timidez te impossibilitou de realizar essa ação, talvez você até tentou mas, depois da conversa se sentiu tão mal, que parecia que todas as bobagens do mundo tinham saído da sua boca. 
Mas por que isso acontece? Será possível vencer essa dificuldade?

Nesse artigo eu vou te explicar o que é realmente timidez, porque ela acontece e porque a timidez muitas vezes nos prejudica tanto. Por fim  vou te dar uma dica para que você consiga começar a superar a sua timidez.

Imagine se você pudesse falar bem em publico, e que ao invés de sentir receio do que as pessoas vão pensar de você ou sentir medo de não conseguir falar tudo o que gostaria, você simplesmente constata que agora consegue transmitir sua mensagem com tranquilidade e segurança. Talvez você esteja pensando: "Mas como isso é possível?" Eu também pensaria assim se não soubesse o conteúdo que está ao ao longo desse artigo, mas antes de te falar de como isso é possível eu quero clarear um pouco mais para você o que é essa tal de timidez e porque ela acontece.


A timidez é uma espécie de desconforto ou inibição em situações de interação com outras pessoas que acaba interferindo no alcance dos resultados profissionais, pessoais e afetivos. Ela é caracterizada pelo medo excessivo das reações, atitudes ou pensamentos dos outros. Não se trata de um transtorno mental mas sim um desdobramento do mecanismo de defesa do organismo semelhante ao que o medo provoca. Ela existe para que possamos avaliar melhor o ambiente onde estamos inseridos e qual a melhor forma de interagir com ele. 

O problema é quando a timidez acaba, ao invés de nos deixar alertas, nos paralisando e por vezes nos excluiu do convívio social. 

E finalmente a pergunta que não quer calar: Como vencer essa dificuldade?

Provavelmente você já ouviu a famosa história do patinho feio. Nessa história uma pata tem cinco ovos e quando todos os ovos chocam percebe que um dos patinhos era muito diferente dos demais, cansado de tanto ser humilhado e desprezado o patinho feio resolve sair de casa e depois de um tempo, entra para nadar em um lago e percebe que todos o elogiam pela sua beleza, olha a sua volta e percebe um monte de cisnes e ao olhar para seu reflexo na água descobre, que na verdade, não tinha nada de pato mas era um lindo cisne também, capaz de atrair a atenção de todos.

Muitas vezes temos timidez ao falar em público pelo simples fato de não nos conhecermos. Quando não temos a clareza dos nossos valores, princípios, sem perceber, acabamos valorizando muito mais a opinião dos outros, da sociedade, do senso comum do que aquilo que realmente importa. 

A grande dica aqui é deixar de dar tanta importância para o que os outros podem pensar de você. E para ser bem sincero, o que percebo muitas vezes, com alguns clientes meus, ao me apresentarem essa dificuldade é que isso só existe na cabeça deles, quando eu pergunto se já ouviu alguém falar mal assim como ela está pensando, a resposta é: "Não ouvi, mas certeza que ele pensa isso!" 

É preciso entender que o que as pessoas vão pensar de mim, sou eu que posso escolher a partir do que quero transmitir com minha mensagem. Sou eu que através da minha comunicação posso demonstrar que tenho autoridade sobre um determinado tema, que sou o candidato perfeito para aquela vaga de emprego. 

E no pior cenário, onde mesmo depois de ter falado e infelizmente alguém critique minha mensagem, ainda assim é possível escolher como se sentir diante disso. Porque a vida é feita de escolhas.  


Por que não começar a escolher diferente a partir de agora? Vai lá é possível! 
O primeiro passo é o autoconhecimento, tenha clareza de quem você é, entenda que você é único e por isso pode fazer a diferença que você quer no mundo.


Um grande abraço, fique com Deus e até o próximo artigo.


Por Augusto Junior